Logo
LogoInícioPor profissionaisQuem é Wefight ?
Brasil
Português
Ver todos os artigos

Como controlar a fadiga através da atividade física?

ACONSELHAMENTO

Por: Vik

Há 2 meses

Meu nome é Eléonore e desenvolvi uma doença crônica após um câncer que me deixou cicatrizes em uma perna. 

Este mês, vou falar com você sobre os benefícios da atividade física na fadiga relacionada. Ser ativo durante meus dois cânceres pessoalmente me permitiu ficar menos cansada e, portanto, aderir melhor aos tratamentos. 

FADIGA UM SINTOMA FREQUENTE EM PACIENTES? 
 

A fadiga é o sintoma mais frequente experimentado pelos pacientes com câncer (em 25 a 100% deles, dependendo da localização do câncer), muitas vezes o primeiro a aparecer e o último a desaparecer, às vezes até muitos meses após o diagnóstico (25% a mais mais de 30% dos pacientes ainda sofrem com isso 5 a 10 anos após o diagnóstico). (Fonte:INCa, Fadiga e cânceres)

Se você está vivendo com uma doença crônica, provavelmente também está sentindo muita fadiga.

Felizmente, existem soluções para melhor conviver com ela, em particular a prática regular de atividade física adequada.

QUAL É O BENEFÍCIO DE SE MOVER QUANDO ESTÁ CANSADO?

Você sabia que muitos estudos clínicos têm demonstrado a eficácia da atividade física na redução da percepção de fadiga ligada ao câncer e doenças crônicas?

As atividades físicas que trabalham as capacidades cardiorrespiratórias aeróbicas (como andar de bicicleta, caminhar, nadar) ou mistas combinando esse tipo de exercício com exercícios de fortalecimento muscular (como ginástica, pilates, ioga ou fortalecimento muscular), são as mais eficazes na redução da fadiga.

COMO PRATICAR? 

Aconselho praticar uma atividade com intensidade moderada, de acordo com suas possibilidades teste o aumento da intensidade, isso ajuda a reduzir os efeitos da fadiga.  

• Andar de 5 a 6 km/h

• Subir escadas em baixa velocidade 

• Natação recreativa  

• Andar de bicicleta a 12-15 km/h 

Você deve ser capaz de manter uma conversa com falta de ar moderada e sudorese moderada.

Se estiver equipado com um relógio que calcula a sua frequência cardíaca, deve manter-se entre 55 e 70% da sua frequência cardíaca máxima.

Ou 30 min de intensidade moderada, 5 dias por semana - evitando ficar 2 dias consecutivos sem praticar.

Você também pode adicionar 1 sessão de fortalecimento muscular.

QUAIS PODEM SER OS RESULTADOS?

A eficácia máxima é obtida quando a atividade física é oferecida desde o início do tratamento. Os resultados mostram uma redução aproximada de 25% no nível percebido de fadiga, que pode chegar a 35% no caso do câncer de mama. (Atividade física e arquivo de saúde aqui)

A redução do nível de fadiga pode ser avaliada em 20% durante o tratamento e em 40% após o término dos tratamentos. É por isso que aconselho a praticar atividade física desde o início de seus tratamentos.

AQUI ESTÃO ALGUMAS MANEIRAS ADICIONAIS DE COMBATER A FADIGA  

  • Sono: o corpo precisa de regularidade. Aconselho você a ir para a cama e levantar no mesmo horário todos os dias e, quando possível, praticar micro sonecas de 10 a 15 minutos.
  • Aprenda a administrar suas ansiedades: o relaxamento do corpo e da mente ajudará a desarmar as ansiedades. Exercícios de respiração, alongamento ou meditação podem proporcionar alívio. Também é importante se divertir (especialmente na alimentação) e se divertir (ouvir música, encontrar amigos, jogar, ler, sair, etc.)
  • Otimize a organização do seu dia-a-dia: organize e planeie as suas atividades para conservar a sua energia mantendo a sua autonomia. Também é importante que você estabeleça prioridades e aprenda a desacelerar, se necessário.
  • Comer bem: Sua dieta também é importante para combater a fadiga.


    Para obter mais informações sobre como viver melhor como paciente, baixe o Vik correspondente à sua doença. Aqui se você vive com asma: https://app.adjust.com/v5r2t0l e aqui se você vive com dermatite atópica: https://app.adjust.com/9r014vw

Cuide-se!

Eléonore.

Todos os artigos

ACONSELHAMENTO

Ser mãe e a doença: 5 dicas para seguir em frente enquanto aproveita a vida em família

Se você é mãe e também sofre de uma doença crônica como eu, pode se cansar de seus tratamentos e rapidamente sobrecarregar sua vida familiar e o resto. Neste artigo, dou-lhe todos os meus conselhos!

ACONSELHAMENTO

Como a saúde me tornou mais sensível à ecologia?

Combinar o cotidiano do paciente e as escolhas em termos de ecologia nem sempre é fácil. Esse sentimento pode dar lugar a uma certa culpa ou mesmo eco-ansiedade. Mas você não tem nada a ver com isso! Aqui estão algumas ações diárias para encontrar um equilíbrio entre seus valores e sua saúde!

ACONSELHAMENTO

Minha ansiedade me mantém acordado

Quando é hora de ir para a cama, as ansiedades às vezes batem à sua porta e acabam te impedindo de dormir. Você já tentou de tudo para se livrar deles? Neste artigo, vamos mencionar alguns métodos que podem te ajudar a dormir em paz!

ACONSELHAMENTO

Continue a praticar atividade física para controlar melhor sua dor!

Ao contrário do que se possa pensar, a atividade física pode ajudá-lo a controlar melhor a dor causada por sua doença. Eu explico como neste artigo com algumas dicas!

ACONSELHAMENTO

Como continuar se divertindo com a doença?

Neste artigo compartilho 6 dicas para continuar se divertindo apesar do convívio com a doença e da dor! Vamos nessa?

ACONSELHAMENTO

Não tenho libido desde que soube da doença

Conheça o testemunho do nosso paciente que sentiu a perda de libido depois de seu diagnóstico. Se você também está numa situação como a dele, neste artigo você conheçerá os conselhos do nosso sexólogo.