Logo
LogoInícioPor profissionaisQuem é Wefight ?
Brasil
Português
Ver todos os artigos

Como o ioga me ajudou a viver melhor com minha doença

ATIVIDADE FÍSICA

Por: Vik

Há 5 meses

Por que eu escolhi a ioga?

Antes da minha doença eu era uma grande fã de esportes de resistência e também de atividades radicais. Eu precisava que fosse intenso e exaustivo.

Se me tivessem oferecido ioga naquela época, eu acharia muito calmo e teria recusado.

Com as lesões causadas pela grave doença nas pernas, tive que adaptar minha atividade esportiva. O mountain bike de alta velocidade acabou. Através da minha associação para pacientes com câncer ginecológico, aprendi a ampliar minha visão e me dei a oportunidade de experimentar as aulas de ioga no Visio.

E eu gostei muito.

Que tipo de ioga era?

O professor de ioga me ofereceu Hatha Yoga.

Hatha yoga é a prática tradicional de ioga. É provavelmente a forma mais zen e suave de praticar esta atividade que promove o bem-estar pessoal.

Nos faz trabalhar diferentes posturas com o nosso corpo (ASANA), várias técnicas de respiração (PRANAYAMA) e concentração, assim como relaxamento.

Fiquei muito surpresa, pois pensei que ficaria entediada.

O fato de manter posições por muito tempo e ligá-las umas às outras é realmente um exercício muito variado e físico.

  

Que benefícios recebo de uma sessão de ioga?

Como atleta desde criança, rapidamente experimentei benefícios físicos, emocionais e mentais das atividades, e acabaram me ajudando na recuperação após minha doença.

Atualmente trabalho tanto no fortalecimento muscular dos músculos profundos, por exemplo, faço a “pose do guerreiro”, ou o alongamento dos músculos com a “pose do cão virado para baixo”.

Por uma hora, eu também trabalho na minha postura e respiração. Meu corpo está mais relaxado, mais flexível e mais solto. No final, aumentei minha energia, minha capacidade respiratória, meu relaxamento profundo e também melhorei meu sono e minha digestão.

Como funciona uma sessão de Hatha Yoga?

Você não precisa de muito, apenas roupas confortáveis ​​(leggings e uma camiseta são suficientes) e idealmente um colchonete (se não, pelo menos uma toalha).

As posturas são sempre praticadas com os pés descalços. Aconselho também a levar um cobertor para se cobrir no final da sessão, para não passar frio.

Uma sessão de Hata Yoga começa sentado em uma sala silenciosa com um pouco de espaço em ambos os lados do seu colchonete.

Posicione o tablet ou a tela do computador de forma que fique visível quando você estiver em pé e no chão.

As principais ações que devem ser seguidas à risca durante as sessões são as seguintes:

- Inspire e expire pelo nariz (a menos que esteja resfriado).

- Fique atento(a) às suas sensações: entramos nas posturas de acordo com nosso humor e como se fosse a primeira vez que as estivéssemos fazendo (cada dia é diferente e você pode sentir isso no seu corpo). Não há competição; você está lá para se sentir bem.

- Adaptar: algumas posturas podem exigir adaptações para permanecer em uma situação confortável em relação a uma patologia ou sensação corporal; sempre abaixo do limiar da dor. Flexibilidade e tonicidade são apenas consequências do trabalho, não os objetivos. Você verá que progride à medida que faz mais e mais sessões.

É chato ter uma sessão de ioga no Visio?

De jeito algum! A grande vantagem é que quando eu estava cansada, isso me poupava de sair de casa e ir até o outro lado da cidade para me inscrever em uma aula de ioga.

Acredito que quando você inicia o ioga com a ajuda de um bom profissional, que explica claramente as posturas com as posições que você tem que adotar, você as entende melhor e evita erros desnecessários.

No Visio, meu professor observa regularmente todos os alunos em seu tablet e corrige suas posturas.

Especialmente antes de começar

Seja para aulas de ioga no Visio ou presenciais, aconselho a consultar o seu médico para obter um certificado de aptidão para praticar ioga.

Você também pode entrar em contato com o/a professor(a) de ioga que vai ministrar o curso por telefone ou indo ao seu encontro para falar sobre suas limitações, a patologia que você sofre e explicar sua situação.

Você encontrará muitos links no Instagram ou na internet para aulas de ioga para iniciantes.

Aqui estão alguns no Youtube que eu gostei:

Yoga para Quem Nunca Praticou | 10Min - Pri Leite:

https://www.youtube.com/watch?v=OuCvUDVoX3M

Curioso sobre a prática de yoga e não sabe por onde começar? Comece aqui, com essa aula mega simples para iniciantes.

Yoga Para Iniciantes: A Sua Primeira Aula de Yoga | 27min

https://www.youtube.com/watch?v=fS8A2ToXU1M

Nessa aula, você aprenderá os primeiros passos para praticar yoga com segurança e eficiência.

E você, conhece algum vídeo no YouTube sobre ioga que ache muito interessante e queira compartilhar com a gente?

Aproveite sua aula!

Éléonore.

Todos os artigos

ATIVIDADE FÍSICA

Os benefícios dos esportes aquáticos

Você sabe quais são os principais benefícios da prática de esportes na água? Descubra neste artigo escrito por Éleonore Piot.

ACONSELHAMENTO

Como controlar a fadiga através da atividade física?

A fadiga é o sintoma mais comum experimentado pelos pacientes. Felizmente, existem soluções para melhor conviver com ela, nomeadamente a prática regular de uma atividade física adequada.

ACONSELHAMENTO

5 coisas que você não sabia sobre o Vik!

Vik répond à tes questions sur ta pathologie 24h/7j grâce à l'intelligence artificielle

Você sabia que o Vik é uma inteligência artificial que funciona por meio de profissionais de saúde e pacientes?

ACONSELHAMENTO

“Você olhou para mim, eu não pareço nada com essa doença”

As patologias crônicas em alguns casos têm repercussões físicas mais ou menos visíveis. Elas também podem impactar a autoimagem e a forma como o paciente se vê.

ACONSELHAMENTO

4 dicas para controlar seu peso com uma doença crônica

Certas doenças têm uma grande influência no ganho ou perda de peso. Então, para gerenciar melhor seu peso com sua doença crônica, aqui estão minhas 4 dicas!

PERFIL

“Falar sobre minha asma mudou minha vida”

"Enquanto conversava, percebi que minha asma não estava bem tratada e entendi que minha situação não era normal. Então fui ao meu pneumologista."