Logo
LogoInícioPor profissionaisQuem é Wefight ?
Brasil
Português
Ver todos os artigos

O que significa estar em boa saúde exatamente?

ACONSELHAMENTO
Vik dermatite atópica ao lado dos pacientes

Por: Vik

Há 7 meses

Hoje é o Dia Mundial da Saúde! Mas o que exatamente significa "ser saudável"? Às vezes parece que conhecemos essa palavra tão bem que não sabemos exatamente o que ela significa. Como nos lembra a Organização Mundial da Saúde (OMS): “saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de doença ou enfermidade”.

Se coloco as duas últimas palavras em negrito, é porque às vezes parece que as esquecemos quando nos referimos ao tratamento de uma doença crônica, tanto pelo paciente quanto pelo cuidador! O corpo geralmente ocupa todo esse tempo de atenção, mas se a mente não o mantém, não é suficiente. A dor, os efeitos colaterais como náusea ou fadiga, obviamente, têm um impacto na moral. E se nos encontramos socialmente isolados, nos sentindo sozinhos ou sem ajuda, isso também pode ser um grande problema.

É mais do que conhecido o fato de que um estado prolongado de estresse afeta o corpo e, por sua vez, causa um enfraquecimento do sistema imunológico.

Por isso, quero focar na importância desses três elementos na equação do cuidado ao conviver com uma doença crônica: saúde física, mental e social. Se o tratamento que você está recebendo está causando muitos problemas e está deixando seu humor para baixo, você deve informar seus médicos e eles o ouvirão e farão uma pausa no combate à doença.

Você deve tentar todos os cuidados de suporte que podem ajudá-lo(a) a reduzir o desconforto associado à doença ou tratamento: uma sessão com um "psiquiatra" ou hipnose quando as coisas não estão indo bem (não é necessário embarcar em psicanálise de longo prazo), uma sessão de acupuntura, ou qualquer outra coisa que faça você se sentir bem, será positivo para preservar sua saúde ao máximo. Não há pequenas ações nesse sentido. A ideia é encontrar o impulso para realizar novos projetos que são essenciais para manter o bom humor. Também é importante perceber que isolar-se não é uma solução, mas um problema.

Prestar atenção nessas três dimensões da saúde pode transformar um círculo vicioso de efeitos colaterais e dores em um círculo virtuoso de prazer, projetos interessantes e passeios com amigos, por exemplo. Em suma, trata-se, afinal, de recuperar a nossa vida. Depois da chuva vem o bom tempo; Depois da noite vem a luz.

Giacomo Di Falco, psico-oncólogo.

Todos os artigos

ACONSELHAMENTO

Como continuar se divertindo com a doença?

Neste artigo compartilho 6 dicas para continuar se divertindo apesar do convívio com a doença e da dor! Vamos nessa?

ACONSELHAMENTO

Não tenho libido desde que soube da doença

Conheça o testemunho do nosso paciente que sentiu a perda de libido depois de seu diagnóstico. Se você também está numa situação como a dele, neste artigo você conheçerá os conselhos do nosso sexólogo.

ACONSELHAMENTO

O que esperar ao mudar de tratamento?

A mudança de tratamento é uma etapa que pode ser difícil para um paciente, desde a prescrição até o acompanhamento. Seguem algumas dicas para viver melhor esse período.

ACONSELHAMENTO

Como controlar a fadiga através da atividade física?

A fadiga é o sintoma mais comum experimentado pelos pacientes. Felizmente, existem soluções para melhor conviver com ela, nomeadamente a prática regular de uma atividade física adequada.

ACONSELHAMENTO

Dermatite atópica: 7 dicas para viver melhor com ela

Viver com dermatite atópica pode ser complicado, mas existem soluções. Aqui estão 7 dicas simples para ajudar você a viver melhor com ela!

ACONSELHAMENTO

5 coisas que você não sabia sobre o Vik!

Vik répond à tes questions sur ta pathologie 24h/7j grâce à l'intelligence artificielle

Você sabia que o Vik é uma inteligência artificial que funciona por meio de profissionais de saúde e pacientes?