Logo
LogoInícioPor profissionaisQuem é Wefight ?
Brasil
Português
Ver todos os artigos

Dermatite atópica: 7 dicas para viver melhor com ela

ACONSELHAMENTO
Vik dermatite atópica ao lado dos pacientes

Por: Vik

Há 5 meses

Dia 14 de setembro é o Dia Mundial do Eczema/Dermatite Atópica! Eu sei que não é fácil conviver com isso: além de ser desagradável em tempos de crise, a dermatite pode afetar sua confiança e qualidade de vida. Mas existem algumas soluções simples que podem ser implementadas para ajudar você a viver melhor! Estou compartilhando com você neste artigo:

 

1. Hidrate sua pele todos os dias  

 

Esta é provavelmente a dica mais importante a seguir se você vive com eczema. Mesmo que venha em fases diferentes, você ainda precisa hidratar a pele todos os dias e não esperar que as crises acontecerem. Você pode fazer isso usando um creme emoliente. Os emolientes atuam como uma barreira natural para a pele, uma função que está faltando se você tiver dermatite atópica. Com uma hidratação adequada, a sua pele hipersensível estará protegida das agressões externas. Você pode encontrar alguns cremes vendidos sem receita em sua farmácia.

 

 2. Não seque suas roupas ao ar livre

 

Pólen e poluição podem ser gatilhos para crises de dermatite. Certifique-se de secar suas roupas dentro de casa para evitar o contato com essas substâncias. Você também deve evitar ambientes empoeirados, por isso não deixe de limpar sua casa: carpetes, tapetes e áreas sem ventilação também devem ser evitados.  

 

3. Evite tabaco, álcool e açúcar 

 

Álcool e eczema não combinam bem! O álcool provoca envelhecimento acelerado e ressecamento da pele ao ponto de desidratação. O tabaco (além de todos os riscos pelos quais é conhecido) é um gatilho para crises. Ataca as mucosas já enfraquecidas: olhos, boca, nariz, etc. E o açúcar, especialmente o refinado, pode causar crises de eczema, pois aumenta a acidez do suor. O acúmulo de suor já é um problema, então evite o consumo excessivo de açúcar (e isso inclui biscoitos, refrigerantes, doces, etc.)  

 

4. Aprenda a gerenciar o estresse 

 

O estresse é um gatilho para ataques de dermatite (ou eczema). Você pode ter notado isso durante um período estressante, como uma entrevista ou exame. Controlar o estresse nem sempre é fácil, mas é possível com alguns exercícios. Você pode tentar meditação ou ginástica suave em casa. Não é um tratamento real, mas ajudará você a relaxar e liberar a pressão. Não deixe de consultar um psicólogo ou terapeuta para ajudá-lo(a) a lidar com a doença diariamente. 

 

5. Tome um banho quente logo após o exercício  

 

Tomar banho logo após o exercício é muito importante para se livrar do suor que desencadeia os ataques de eczema. A água morna ou fria também ajuda a evitar irritar a pele sensível. Ao tomar banho, recomendo usar produtos supergordurosos e xampus suaves. Esteja ciente de que alguns produtos cosméticos podem desencadear o eczema: use produtos adequados para peles hipersensíveis.

 

6. Garantir que a dermatite atópica esteja bem controlada 

 

A dermatite controlada significa que seus sintomas estão sob controle e os ataques são suficientemente distantes e pequenos o suficiente para não afetar sua qualidade de vida. 

Um teste para avaliar o nível de controle de sua dermatite está disponível gratuitamente no meu aplicativo Vik DA (clique aqui). Você pode auto-avaliar sua dermatite atópica de forma rápida e fácil em seis critérios:  

·       Frequência e intensidade da coceira 

·       A gravidade dos sintomas

·       O desconforto causado pela sua dermatite  

·       Impacto no sono 

·       Impacto nas atividades diárias  

·       Impacto no humor e emoções 

Validado por especialistas e pacientes, este teste permite que você entenda melhor suas necessidades de tratamento. Dependendo do resultado final do teste, posso aconselhá-lo a consultar seu dermatologista.

 

7. Consulte o seu médico

 

A dermatite atópica é uma doença crônica e seus sintomas podem mudar com o tempo. Os tratamentos podem ter que ser adaptados depois de um tempo. Se, apesar do seu tratamento, sentir desconforto regular ou impacto na sua qualidade de vida, sugiro que fale com o seu médico.

Espero que essas dicas ajudem você a viver melhor; você pode compartilhá-los se conhecer alguém que vive com essa condição de pele. Encontre mais dicas sobre como gerenciar a dermatite atópica e cuidar de sua pele no meu aplicativo Vik Atopic Dermatitis. 

 

Vik.

 

Fontes:  

https://www.associationeczema.fr/7-trucs-et-astuces-pour-mieux-vivre-avec-leczema-a-la-maison/  

https://www.passeportsante.net/fr/Actualites/Dossiers/DossierComplexe.aspx?doc=8-aliments-eviter-lorsqu-on-eczema 

 

Todos os artigos

ACONSELHAMENTO

Continuar fazendo planos com a doença

Se projetar no futuro com a doença? É fundamental! O psico-oncologista Giacomo Di Falco explica por que e como neste artigo!

ACONSELHAMENTO

Aproveite os benefícios da água do mar

Nada melhor do que o verão para desfrutar da água do mar, com diferentes benefícios que podem potenciar a sua saúde em vários aspetos: articulações, pele, energia...

ACONSELHAMENTO

Ser mãe e a doença: 5 dicas para seguir em frente enquanto aproveita a vida em família

Se você é mãe e também sofre de uma doença crônica como eu, pode se cansar de seus tratamentos e rapidamente sobrecarregar sua vida familiar e o resto. Neste artigo, dou-lhe todos os meus conselhos!

ACONSELHAMENTO

Como a saúde me tornou mais sensível à ecologia?

Combinar o cotidiano do paciente e as escolhas em termos de ecologia nem sempre é fácil. Esse sentimento pode dar lugar a uma certa culpa ou mesmo eco-ansiedade. Mas você não tem nada a ver com isso! Aqui estão algumas ações diárias para encontrar um equilíbrio entre seus valores e sua saúde!

ACONSELHAMENTO

Minha ansiedade me mantém acordado

Quando é hora de ir para a cama, as ansiedades às vezes batem à sua porta e acabam te impedindo de dormir. Você já tentou de tudo para se livrar deles? Neste artigo, vamos mencionar alguns métodos que podem te ajudar a dormir em paz!

ACONSELHAMENTO

Continue a praticar atividade física para controlar melhor sua dor!

Ao contrário do que se possa pensar, a atividade física pode ajudá-lo a controlar melhor a dor causada por sua doença. Eu explico como neste artigo com algumas dicas!